Home / Artigos / O GRANDE MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA
imagem_topo_COLUNA-EUCLIDES-NETTO-ONDE-ESTA-A-AUTORIDADE-3

O GRANDE MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA

O DESAPARECIMENTO DA AUTORIDADE

Indignação, incerteza, desordem, em todas as esferas dos poderes, palavras que formam o tripé do Abismo Nacional, onde nós brasileiros de todos os pontos cardeais, de todas as raças, de todas as classes, de todos os credos, insatisfeitos e preocupados, possuídos de desesperanças com os quadros partidários e organizações políticas vigentes, cientes da História passada e atual, de que todas elas não correspondem as expectativas do povo brasileiro, decidimos então, reorganizar o NOVO PARTIDO DA REEDIFICAÇÃO DA ORDEM NACIONAL – PRONA , sem qualquer espécie de vinculo com organizações, empresariais ou públicas.

O Brasil vive um momento crucial de sua historia como nação, talvez o pior de toda nossa existência, se a análise for feita em termos de alguns parâmetros como, fortalecimento da economia, educação, saúde, segurança interna e externa.

Historicamente continuamos sendo esmagados, pela pressão internacional, assolados por insistentes e gravíssimas crises internas e externas, com retaliações comerciais não só das grandes potencias, mas de países periféricos da América Latina, entre outros, aonde, a nação brasileira vem mergulhando, em um processo de indefinição política, que preceitua a notória ausência de autoridade e ordem em tudo aquilo que se faz ou se planeja fazer.

Da ação centralizadora, das décadas de 50, 60 e 70, que subjugava o livre pensamento e desarticulava as vozes de oposição, chegou-se num processo dialético, à sua antítese, gerando a falta de autoridade, pulverização da decisão, a falta de realização, a evidente inação e a quase anarquia. O país, por conta do descaso e desintegrados sistemas administrativos públicos e privados, está à beira do caos.

A ação que gera uma reação, positiva ou negativa de qualquer grupamento  social – de uma escola, de um hospital, de uma empresa, de um sindicato, Organização não Governamental (ONG) – enfim, de qualquer organização dentro da sociedade – é, em última análise, o reflexo do que se passa no vértice da pirâmide social, ou seja, no Governo.

Acreditamos que todo poder existe para ser plenamente e efetivamente exercido. Só que infelizmente convivemos, todos nós, neste país quase continente, com uma absoluta crise de autoridade e ordem.

Diante dos nefastos acontecimentos que têm chocado a nação nos últimos tempos, alguns até com repercussão internacional, todos divulgados farta e devastadoramente pela Imprensa, procuram-se e não se encontram os responsáveis diretos pelos fatos. Fator resultante. A responsabilidade esfacela-se, como está esfacelada a autoridade.

TARJAS-assinatura_EUCLIDES-NETTO-2

 

Sobre PRONA

PRONA - Partido da Reedificação da Ordem Nacional

Leia também...

imagem_topo_COLUNA-EUCLIDES-NETTO-GRANDE-PROJETO-6

Por um “Grande Projeto para os Municípios”

Para sair da crise em e está mergulhado por conta de uma política econômica completamente …

4 comentários

  1. Nelson Donatilo Andres

    Será que não é só mais um partido?. Eu creio que é momento de 000 tecla verde e novas eleições com novos candidatos deixanto todos sem exceção inelegiveis por 4 anos. O povo não aguenta mais meus amigos temos que tirar todas essas raposas velhas do poder diminuir o numero de políticos em todas as esferas tirar suas regalias todos tem que ganhar o salario mínimo e trabalharr por amor ao Brasil PATRIA.

  2. Interessante a volta do PRONA, só espero que tenha em seus quadros pessoas capacitadas para a política. No passado não escutamos o que o DR. Éneas falava e hoje estamos vivendo um quase “ESTADO CINZA”. Estou torcendo para que a volta do partido seja um marco inovador na política nacional.

  3. Meu único voto foi contra o estatuto do desarmamento. O Brasil acabou, faz tempo. O novo Prona é a favor do voto não obrigatório? Se a resposta for sim, vocês são e serão somente mais 1 partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *