Home / O Partido / A História
imagem_topo_a_historia

A História

O Partido de Reedificação da Ordem Nacional, ou Prona, foi fundado e presidido pelo médico cardiologista, e deputado federal, Enéas Carneiro. Suas propagandas partidárias no horário eleitoral gratuito tornaram-se distintas e famosas pela rapidez com que eram veiculadas, devido ao pouco tempo de que dispunha o partido, e pelo uso da Quinta Sinfonia de Beethoven como trilha sonora.

Oficialmente, o partido se proclamava patriótico e independente das correntes políticas tradicionais. Já os críticos, enxergavam uma sigla ultranacionalista, e de extrema-direita. Seus seguidores, no entanto, consideravam-no simplesmente patriótico, nacionalista e estatista. Eram conhecidos por suas posições em assuntos polêmicos como, por exemplo, a defesa da pesquisa nuclear, não com objetivos bélicos, o que levaria ao rompimento com uma série de acordos pacíficos internacionais, mas com objetivos estratégicos e diplomáticos.

Deputado federal recordista de votos, com mais de 1,5 milhão de votos em 2002, pelo estado de São Paulo, o fundador, Enéas Carneiro, tornou-se famoso pela sua forma de expressão contundente e aos brados, pela sua aparência rudimentar e excêntrica e pelo seu bordão – “Meu nome é Enéas! 56!” – no horário político televisivo brasileiro. Candidatou-se à presidência do Brasil em 1989, 1994 e 1998, tendo obtido 4 671 457 votos em 1994 e ficando à frente de lideranças políticas influentes e tradicionais, como Leonel Brizola (PDT), Orestes Quércia (PMDB) e Esperidião Amin (PPR).

Sobre Roberto Bruce

Leia também...

imagem_topo_eneas

Dr Enéas Carneiro

Enéas Ferreira Carneiro (Rio Branco, 5 de novembro de 1938 — Rio de Janeiro, 6 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *